Últimas publicações

Categoria: Dicas

22/05/2019

Como a inteligência artificial pode ter impacto no engajamento de colaboradores

A Inteligência Artificial (IA) está cada vez mais presente em vários aspectos das nossas vidas, e isso não exclui as empresas sejam elas pequenas, médias ou grandes. A taxa de avanço tecnológico e disrupção no mercado está alta, então agora é a hora das empresas começarem a adotar essas tecnologias para beneficiar a experiência dos colaboradores como um todo.

Da perspectiva do setor de RH, a IA traz inúmeros benefícios que incluem a eliminação de tarefas repetitivas, aceleração da busca pelos talentos certos, redução do atrito de funcionários e melhora no engajamento e experiência dos funcionários dentro de uma empresa.

No entanto, muitos profissionais de RH ainda parecem relutantes em adotar plenamente o poder e os avanços do uso da tecnologia para tomar decisões de “pessoas”, ao questionarem como os algoritmos podem substituir a intuição humana e a empatia. Porém, em qualquer nicho que seja, a inteligência digital está transformando o local de trabalho e tornando as coisas mais eficazes e eficientes.

Níveis de Inteligência Artificial

À medida que a IA se desenvolve, há diferentes níveis de integração tecnológica que as empresas podem adotar. Abaixo estão três níveis de inteligência artificial:

1. Inteligência Assistida: Esta tecnologia é amplamente utilizada hoje e ajuda a melhorar o trabalho das empresas ao automatizar processos e tarefas repetitivas e demoradas.

2. Inteligência Aumentada: Esta é uma tecnologia emergente onde o homem e a máquina trabalham e tomam decisões juntos.

3. Inteligência Autônoma: Esta é a forma mais avançada de tecnologia, onde as máquinas atuam independentemente e alcançam o nível de informação “subconsciente”.

Como a IA pode melhorar o engajamento dos funcionários

De acordo com o InstituteofEmploymentStudies, o engajamento dos funcionários é uma via de mão dupla em qualquer negócio – onde tanto o empregador quanto seus funcionários têm o direito de decidir quanto compromisso eles gostariam de investir um no outro.

Funcionários engajados não têm problemas em ir além e promover positivamente a empresa em que trabalham. Já as empresas têm métricas diferentes na mensuração do engajamento, pois o que dá certo com um funcionário nem sempre funciona com outro – por isso, não há uma abordagem única para manter a moral e a produtividade altas.

A chegada da IA tem sido uma mudança catalisadora na forma como as empresas respondem ao feedback polarizado e às necessidades de um negócio. A IA permite que as empresas otimizem processos e reduzam custos. De acordo com a Deloitte Human Capital Trends, 38% dos entrevistados esperam que a IA seja totalmente incorporada às empresas em 5 anos.

1. Plataformas de feedback responsivo

Um dos usos da IA é simplificar e procurar por temas e tendências. As plataformas responsivas coletam feedback dos funcionários durante um período de tempo e capturam experiências em tempo real para que as empresas possam encontrar soluções sob medida para os problemas e desafios que surgem em suas organizações.

2. Qualitativo vs quantitativo

Com o avanço das tecnologias inteligentes e sua natureza intuitiva, muitos dados massivos serão substituídos por dados informativos que podem ser usados para beneficiar tanto a organização como um todo quanto os membros da equipe em um nível individual.

As informações agora podem ser usadas para tomar decisões estratégicas, em vez de apenas se acumularem na bandeja de saída do RH. As empresas podem, portanto, tornar-se mais eficientes em fazer escolhas para engajar a equipe no caminho certo. Informações qualitativas e de valor inestimável podem ser capturadas e podem ser usadas para reforçar e aprimorar a experiência do usuário do começo ao fim, o que, por sua vez, ajudará na retenção.

3. Justiça e igualdade

As ferramentas de IA podem remover todos os preconceitos e construir um local de trabalho imparcial, diverso e equitativo. Sem preconceito humano e julgamento pessoal, a imparcialidade e a igualdade servirão de base para todas as decisões entre as equipes e em todos os níveis, o que impulsionará a experiência do funcionário.

4. Gerenciando Benefícios e Recompensas

A tecnologia pode facilitar a administração, a implementação e o gerenciamento de vários programas de benefícios, recompensas e reconhecimento.

Este é um trabalho que pode ser tedioso e complexo, dependendo do programa e de como é integrado à organização. A IA pode tornar todo o processo mais eficiente e as energias e recursos podem ser usados de forma mais apropriada. Se as tarefas árduas são solucionadas pela IA, então mais foco pode ser gasto em promover e fazer com que a equipe use as vantagens e se beneficie dos programas como um todo. Esforços serão notados e a equipe sentirá os efeitos. Uma equipe feliz é uma equipe produtiva, então por que não adotar a ajuda?

Fonte:  https://www2.deloitte.com/content/dam/Deloitte/at/Documents/human-capital/at-deloitte-human-capital-trends-2018-ai-robotics-automation.pdf

E se você quer saber muito mais sobre o mercado de incentivo, continue acompanhando o nosso site! Acesse http://www.blogdoincentivo.com.br/ para muito mais dicas e matérias sobre campanhas de incentivo!

 

Deixe seu comentário

Posts Relacionados